fechar

Tecno Curioso

O que é a rádio fantasma UVB-76?

por: Grasiel Felipe Grasel em O que é?
na data: 02/03/2015 | 13:15

Há algum tempo atrás mostramos o quão bizarro é o misterioso caso de Eliza Lam, um assassinato (ou suicídio) que nunca teve explicação e até hoje assusta quem tenta desvendá-lo. Dessa vez resolvemos trazer algo um pouco diferente, mas não menos intrigante, o caso da rádio fantasma UVB-76, também conhecida como UZB-76, S28, MDZhB ou The Buzzer (O Zumbidor, em português).

A UVB-76, funciona como qualquer outra rádio, no entanto, ela pode ser ouvida em qualquer lugar do mundo por usar ondas curtas na faixa de 4625 kHz, o que requer uma quantidade enorme de energia na transmissão, aí surge a dúvida: quem mantém uma rádio que consome tanta energia?

Só o que se ouve na rádio são chiados e um ruido que dura 0,8 segundo, pausando por 1-1,3 segundos, e repetindo-se 21-34 vezes por minuto, por infinitas vezes, no entanto, em alguns momentos o zumbido se torna contínuo por cerca de um minuto, sendo que, em momentos ainda mais raros, é possível ouvir a voz de um homem falando números e nomes em Russo. A estação foi descoberta em 1982 e desde então despertou a curiosidade do mundo todo, inspirando o surgimento de centenas de teorias sobre o motivo de sua existência.

Se você quiser ouvir a UVB-76, clique aqui e sintonize a frequência 4625 kHz.

Depois de várias pesquisas e tentativas de triangular o sinal da rádio misteriosa, curiosos acabaram descobrindo que as vozes em russo que corriqueiramente surgiam na transmissão, não são na língua por acaso, a rádio se situa de fato na Rússia, em uma cidade militar deserta perto da aldeia de Povarovo. Você pode ver a imagem de satélite do local no Google Maps clicando aqui.

A descoberta da rádio e o início do dilema

Inicialmente, quando foi descoberta em 1982, o som da UVB-76 era um "pip" que durava dois segundos, mudando para um som muito parecido com o de uma campainha no início de 1990, sendo que, em 16 de janeiro de 2003, foi novamente alterada para um tom mais alto e de maior duração, que pouco tempo depois voltou ao tom e duração anterior, o qual segue até hoje.

Enquanto a internet ainda não se tornava popular no mundo todo, já existiam vários grupos de discussão e pesquisa sobre a UVB-76, no entanto, somente cerca de vinte anos depois da descoberta da rádio que algumas pessoas conseguiram descobrir a possível localização da estação de transmissão e organizaram uma visita ao local em 2012, onde puderam tirar as fotos mostradas abaixo.

Em uma das fotos publicadas em um fórum de discussão sobre a rádio fantasma, é possível ver uma maquete que supostamente estaria no porão da instalação e mostra um grande complexo de antenas de rádio. Se você olhar com atenção, é possível perceber que a maquete representa exatamente o local onde se supõe que a rádio se situava, como mostramos anteriormente no link para o Google Maps. Suposições indicam que essa maquete representa um projeto dos responsáveis pela rádio para ampliar as transmissões ou então uma maneira de maquiar o local de origem do sinal.

O único homem que vivia na região e trabalhava na cidade militar enquanto ainda ativa, informou aos curiosos que as instalações foram desativadas em 2010 por estarem utilizando uma enorme quantidade de energia e todo o equipamento foi levado a outra cidade militar, a qual ele não conhecia.

A nova estação desconhecida

A primeira vez em que os zumbidos da rádio sessaram aconteceu em 5 de junho de 2010, quando o silêncio quase total, que só não foi obtido pelos chiados da radiofrequência, permaneceu por quase um dia inteiro, sem nenhum tipo de mensagem ou ruído diferente. Acredita-se que nesse dia a estação foi transferida para outro local, pois, quando alguns curiosos voltaram ao local onde a rádio supostamente transmitia o seu sinal, o local estava completamente vazio e com sinais de uma evacuação dos equipamentos às pressas.

Outro ponto que torna a rádio ainda mais curiosa, é que ao longo de seus trinta anos (de descoberta), com todas as mudanças sofridas pela União Soviética, que se tornou a Rússia, como a Guerra Fria, a era Gorbachev, a Perestroika, o bombardeio do parlamento, a crise financeira e tantas outras, a rádio nunca sofreu mudanças significativas que pudessem sinalizar alguma ligação com o governo russo, por isso, a teoria de que a rádio serve como uma fonte de emissão de mensagens secretas da Rússia é um tanto quanto rejeitada, mesmo sendo a mais possível das propostas.

Qual seria o propósito de uma rádio que transmite bips o tempo todo e raramente uma mensagem é passada, a qual é perceptível que é algum tipo de código secreto? Essas mensagens são para alguém? Quem está financiando a rádio? Essas são perguntas que talvez nunca vamos encontrar a resposta.

Leia o próximo post sobre: O que é? »


Comentários